5 de jun de 2016

Monitoramento à distância: mais um problema contra a segurança

Tendo em vista os problemas causados pela terceirização e pela ausência de um funcionário capacitado na portaria, empresas de monitoramento à distância têm perdido espaço em condomínio.
Há dois anos, uma nova proposta de portaria se tornou uma tendência na época mas, felizmente, foi algo passageiro . A ideia de encher o condomínio de câmeras, dispensar os funcionários e monitorar tudo de um escritório em outro endereço seduziu muitos síndicos.

"E sempre que surgem essas 'idéias milagrosas',  elas vêm com o discurso apelativo de que só é possível reduzir custos no condomínio se os funcionários forem dispensados," comenta Paulinho, que conhece há anos a realidade dos condomínios e sabe que a vida desses locais só e possível com mão de obra qualificada contratada pelo prédio. "Os moradores tem que se conscientizar que contratar um bom profissional não é custo , mas sim investimento", enfatiza.

Nos últimos meses, dezenas de locais que instalaram o monitoramento á distancia estão se desligando e voltando a contratar a portaria tradicional. Em um condomínio em Santo Amaro, local onde o zelador foi mantido e os porteiros dispensados, a vida ficou praticamente insustentável. De acordo com o zelador, que pediu para não ser identificado, quase tudo que os porteiros faziam foi transferido para ele e a empresa contratada se limitava a abrir o portão.

"Quando chegava uma correspondência, por exemplo, e o morador não estava no condomínio, eu era chamado para recebê-la; quando vinha um prestador de serviço, eu era chamado para atendê-lo; eu não tinha mais sossego e não conseguia fazer o meu próprio serviço, porque o movimento numa portaria de prédio é sempre intenso" explica o zelador, sócio do Sindifícios  há 18 anos.

Para ele, a situação começou a melhorar no começo de maio: "Felizmente o síndico percebeu o que eu vinha vivendo e que essa portarias à distância não proporcionou benefício algum ao prédio; assim, cancelou o contrato com a empresa é já contratou três novos porteiros", fala satisfeito.
E você, que atua em condomínio, fale com o síndico a respeito. Mostre para ele as vantagens de ter funcionários próprios atuando satisfeitos.   

Fonte: informativo do SindifÍcios: Sindicato do trabalhadores em edifícios de São Paulo.